Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Auxílios

Solicitação de Verba PROAP para Participação dos Discentes em EVENTOS no PAÍS

a) Documentação exigida do aluno (encaminhar à CCP até 45 dias antes do evento):

  • cópia do resumo do trabalho;
  • documento comprobatório de aceitação do trabalho a ser apresentado;
  • cópia do currículo Lattes;
  • ficha do aluno emitida pelo Sistema Fênix.

b) Para recebimento da verba o aluno deverá apresentar ao Setor de Convênios da Faculdade os seguintes documentos:

  • certificado de participação no evento;
  • todos os bilhetes de passagens e recibos originais dos gastos

c) Observações:

  • As solicitações serão atendidas até o fim da verba destinada a essa finalidade.
  • O aluno receberá somente o valor efetivamente gasto até o máximo de duas diárias (valor estabelecido pelo Setor de Convênios).
  • Cabe à CCP avaliar a solicitação com base em:

- análise técnica (conferência da documentação apresentada);

- análise de mérito (desempenho acadêmico do aluno no programa, situação atual do aluno no programa – ter créditos em disciplina, tempo no programa, trancamento, prorrogação –, análise do currículo Lattes, análise do trabalho a ser apresentado e sua relação com o projeto do doutorado/mestrado, características do evento e a sua relação com a área de atuação do aluno.

Seleção de Candidatos a Bolsas (CNPq/ Capes)

O Programa de Pós-Graduação de Língua e Literatura Francesa não concede bolsas durante o período de prorrogação da data de entrega da dissertação ou tese.

A atribuição de bolsa será feita mediante análise dos seguintes documentos:

  • projeto de pesquisa contendo título, tema, delimitação do problema da investigação, hipóteses, abordagem teórica da pesquisa, bibliografia, cronograma e, se for o caso, previsão dos recursos materiais e financeiros essenciais à sua viabilização;

               - histórico escolar;
               - currículo Lattes atualizado;
               - a solicitação deve estar acompanhada de carta do orientador, justificando e apoiando o pedido.

Atendidas essas condições, a seleção será realizada pelos membros da CCP, com a participação facultativa dos demais orientadores do Programa. A atribuição da(s) bolsa(s) levará em conta os seguintes critérios:

  • O mérito do projeto, considerando a originalidade, a relevância do assunto, a clareza dos objetivos, consistência e coerência metodológica, citação e domínio da bibliografia crítica e teórica pertinente ao assunto, correção gramatical e ortográfica.
  • O princípio de eqüidade na distribuição de bolsas de orientadores credenciados no programa. Assim, o orientando cujo orientador tiver o menor número de bolsas em vigência no momento da atribuição, somando-se ambas as modalidades (mestrado e doutorado) tem prioridade sobre os demais.
  • Se houver pleiteantes orientados por dois ou mais docentes em situação idêntica de bolsas vigentes, sempre somando as duas modalidades, o desempate se fará pelos seguintes critérios e na seguinte ordem:

- antigüidade do aluno no programa, contada a partir de seu ingresso na pós-graduação no nível referente à bolsa (mestrado ou doutorado). Os mais antigos têm prioridade sobre aqueles com ingresso mais recente. A bolsa será atribuída de preferência a aluno cujo prazo para a entrega da dissertação/ tese seja igual ou superior a um ano.

- análise do histórico escolar valorizando-se: (1) o maior número de créditos já cumpridos; (2) o menor tempo para o cumprimento dos créditos; e (3) os conceitos obtidos nas disciplinas cursadas.

- persistindo a situação de empate, a atribuição será feita pelo voto dos participantes da comissão de bolsas, incluindo-se também o voto do representante discente, ou seu suplente.

Havendo desistência da bolsa por parte do aluno, contemplado num período de até 90 dias após a realização da reunião de atribuição, ou surgindo nova bolsa nesse período, a concessão será feita ao segundo colocado, e assim sucessivamente.

Decorridos 90 dias da reunião da comissão de bolsas, a classificação feita então se extingue, sendo necessário fazer novo informe sobre a disponibilidade de bolsas para todos os professores e alunos do programa de Pós-Graduação, com a convocação de nova reunião.