Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

EN

Imagem   http://akshardham.com/newdelhi/wp-content/themes/Akshardham032015/images/fbshare.jpg
Imagem relacionada

 

2017

 

Pensando a tradução do verso livre em inglês

Marina Della Valle

 

 

Abrangente, o termo verso livre engloba uma série de formas e representa o principal veículo da poesia no Brasil hoje, mas não teve sua importância refletida em estudos acadêmicos. O mesmo acontece no caso de sua tradução. Diante das dúvidas que surgem no trabalho com o verso livre, o tradutor não conta com um repertório de estudos que possa servir de ponto de partida, como ocorre com algumas formas poéticas consagradas e suas possíveis correspondências na tradição literária brasileira.

A palestra discute aspectos da tradução do verso livre em inglês para o português a partir das respostas dadas a um questionário por dez tradutores de poesia brasileiros - incluindo Paulo Henriques Britto, Sérgio Alcides, Alípio Correia Franca Neto, Lawrence Flores e Dirceu Villa - a respeito de questões como correspondência métrica, ritmo e rima. Analisa-se ainda a formação e áreas de atuação dos tradutores entrevistados de acordo com os conceitos de campo e hábito desenvolvidos pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu.

 

Marina Della Valle é jornalista e tradutora, doutora em Letras pelo Programa de Estudos Linguísticos e Literários em Inglês do Departamento de Letras Modernas da FFLCH USP e bacharel em jornalismo pela Cásper Líbero.

 

Palestra do Ciclo Tradusp Citrat
Data e horário: 09 de junho de 2017, 10:00 a 11:30
Local: Sala 260 do Prédio de Letras FFLCH USP
Aberta ao público em geral

 

Organização: John Milton (Programa de Estudos da Tradução da USP).

Filmagem: Heloísa Cintrão.

Suporte técnico, edição e disponibilização no YouTube: Lapel - Laboratório de Apoio à Pesquisa e Ensino em Letras.
Disponibilização na página do Tradusp: Heloísa Cintrão.

 

 

Desafios e consolidação do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (Postrad) da Universidade de Brasília (UnB)

Germana Henriques Pereira

 

 

Fundado em 2011, o Postrad se consolida hoje como mestrado acadêmico em Estudos da Tradução, tendo mais de 50 dissertações defendidas, um corpo docente formado por pesquisadores maduros e tradutores, mais de 60 discentes regulares, uma revista acadêmica atualmente B2. Os processos seletivos sãp realizados duas vezes por ano, com edital específico para alunos surdos e cegos, e edital para negros, pardos e índios. O programa enfrenta os desafios de praxe com relação a investimentos institucionais e às exigências de agências de avaliação, como Capes e CNPq.

 

Germana Henriques Pereira é Professora Associada do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução e diretora da Editora da Universidade de Brasília UnB), editora-chefe da Revista Belas Infiéis, membro do Núcleo de Pesquisa em História da Tradução e Tradução Literária.

 

Palestra do Ciclo Tradusp Citrat
Data e horário: 10 de março de 2017, 14:00 a 15:30
Local: Sala 264 do Prédio de Letras FFLCH USP
Aberta ao público em geral

 

Organização: Heloísa Cintrão, John Milton, Álvaro Faleiros (Programa de Estudos da Tradução da USP).

Filmagem: Heloísa Cintrão.

Suporte técnico, edição e disponibilização no YouTube: Lapel - Laboratório de Apoio à Pesquisa e Ensino em Letras.
Disponibilização na página do Tradusp: Heloísa Cintrão.