Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Apresentação

Versión en español
English version

O Programa de Pós-Graduação em Língua Espanhola e Literaturas Espanhola e Hispano-Americana (PPGLELEHA) foi criado em 1977 e contava então com quatro doutores a cargo das orientações. Os primeiros cursos tiveram início em 1978 e, em 1980, somou-se ao grupo mais um doutor. O Programa passou a receber alunos para o doutorado a partir de 1984 e, em 1985, foram defendidas as primeiras dissertações.  Nessa época, como todos os orientadores eram especialistas em Literatura Espanhola ou em Literatura Hispano-Americana, as pesquisas desenvolvidas no Programa se concentravam basicamente nessas áreas.

Em 1986, o Programa foi reconhecido e credenciado pela CAPES, passando então a funcionar em nível de mestrado e doutorado. A partir desse momento, passou a receber candidatos provenientes de outras universidades públicas brasileiras e também de países hispano-americanos.

Devido à carência de especialistas em estudos linguísticos sobre o espanhol, o Programa ficou impossibilitado de desenvolver essa área durante vários anos. O quadro mudou em 1999, quando se incorporaram ao Programa três doutoras em Linguística, cujas pesquisas eram centradas na língua espanhola. Desde então, têm sido criadas linhas de pesquisa e projetos específicos para a área em questão.

Traduções de obras de literatura espanhola ou hispano-americana - anotadas e prefaciadas por estudos literários - têm se realizado no Programa há várias décadas, especialmente em nível de mestrado. No início dos anos 2000, as linhas de pesquisa em Língua Espanhola começaram também a acolher projetos discentes (em nível de mestrado e doutorado) voltados para questões de tradução, com orientação mais linguística. O processo de fortalecimento e diversificação dessas pesquisas no Programa culminou, no ano de 2008, com a criação de uma área dedicada aos Estudos da Tradução.

Assim, o Programa chegou a sua configuração atual e é hoje o único no Brasil voltado especificamente para o estudo das línguas, literaturas e culturas da Espanha e da América Latina. 

 A condução do PPGLELEHA está a cargo da Comissão de Coordenação do Programa (CCP), por sua vez subordinada à Comissão de Pós-Graduação (CPG) da FFLCH e à Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP. A CCP é constituída por um coordenador, um vice-coordenador, dois orientadores do programa e um representante discente.

Com relação à sua estrutura, o PPGLELEHA compõe-se de dois níveis (mestrado e doutorado) e quatro linhas de pesquisa.

 

Linhas de pesquisa – Mestrado e Doutorado

 

  • Estudos tradutológicos, comparados e de processos interculturais

Aborda as teorias e práticas de tradução espanhol-português e/ou compara o funcionamento linguístico e discursivo nas formações sócio-históricas relacionadas a essas duas línguas. Também desenvolve pesquisas sobre ensino-aprendizagem de tradução no par linguístico português-espanhol de uma perspectiva cognitiva e realiza estudos descritivos baseados em corpora de tradução português-espanhol, envolvendo textos literários e textos multimodais, como quadrinhos e canções.

  • Estudos sobre funcionamento linguístico, aquisição, ensino e aprendizagem

Analisa e descreve, a partir de diferentes perspectivas teóricas, o funcionamento da língua espanhola; os processos de aquisição, ensino e aprendizagem dessa língua por falantes do português; os processos relativos ao ensino da tradução e ao desenvolvimento das competências do tradutor; desenvolve pesquisas relacionadas à descrição do funcionamento linguístico/discursivo da língua espanhola, além de investigações dedicadas à comparação do funcionamento dessa língua com o português brasileiro e realiza estudos concernentes às metodologias e didáticas de ensino/aprendizagem do espanhol como língua estrangeira no contexto brasileiro.

  • Formas e processos na literatura espanhola

Estuda os processos de formação e consolidação dos diversos gêneros literários espanhóis, a partir de variadas perspectivas teóricas e metodológicas. Desenvolve pesquisas em torno ao vasto repertório de dois grandes núcleos de estudos: a literatura dos séculos XVI e XVII espanhóis e a literatura espanhola contemporânea. Em ambos os campos se articulam estudos de formas discursivas e problemáticas significativas desses períodos, além de contemplar as relações entre a Espanha e a América Latina.

  • Problemáticas estéticas e debates críticos na literatura latino-americana

Estuda processos e problemáticas literárias e teóricas dentro do complexo imaginário territorial, cultural e histórico da Literatura Latino-Americana. Foca sua pesquisa na contemporaneidade, a partir de eixos tais como memória, arquivo, experimentação e remodelações-impugnações do cânone. Desenvolve também estudos sobre a escrita ensaística e sobre as relações entre literatura e alteridade linguística. O seu campo de reflexão inclui, por outro lado, as problemáticas estéticas relevantes para esta literatura ao longo de sua história.