Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Imagem

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LÍNGUA, LITERATURA E CULTURA ITALIANAS

                                                                                                                                                                                                     

INTRODUÇÃO E BREVE HISTÓRICO

Único no Brasil a dedicar-se exclusivamente aos estudos de Italianística, o Programa reúne docentes e estudantes que investigam a língua, a literatura e a cultura italianas a partir do olhar brasileiro e da relação entre Itália e Brasil, sempre buscando perspectivas inovadoras, mas em diálogo com a história e os clássicos da linguística e da literatura.

O Curso de Graduação em Língua e Literatura Italiana foi criado em 1934. Entre os primeiros docentes da cadeira de italiano (de 1937 a 1942) figura Giuseppe Ungaretti. A tradição de grandes professores se perpetuou com as presenças de Ítalo Bettarello, que assumiu a cadeira que fora de Ungaretti, Alfredo Bosi, que não só atuou na cadeira, mas também cumpriu seus estudos no campo da Literatura Italiana, área em que defendeu seu doutorado, em 1964, e sua livre-docência, em 1970. O prof. Antônio Lázaro de Almeida Prado também lecionou no Curso até participar da fundação da UNESP de Assis, da qual foi professor emérito. Na década de 1970, o Curso foi coordenado pelo prof. Edoardo Bizzarri, conceituado tradutor de Guimarães Rosa para o italiano, que também foi responsável pela organização da Pós-Graduação em Língua e Literatura Italiana em nível de Mestrado, criada em 1975. Quando da aprovação do Doutorado, ocorrida no final de 2009, o Programa foi reestruturado e passou a se chamar Programa de Pós-Graduação em Língua, Literatura e Cultura Italianas.

 

O conjunto das linhas de pesquisa do Programa recobre as vertentes linguísticas e literárias da Área da Italianística contemporânea, mantendo a preocupação do Programa com o desenvolvimento da Área e das Subáreas desse campo específico do saber. Por essa razão, é vocação natural do Programa manter relações acadêmicas constantes com grupos de pesquisa congêneres de instituições no Brasil e no exterior.

O  Programa dedica-se também à tradução de textos literários e ao estudo de sua recepção por parte da crítica brasileira, de modo a verificar como a literatura italiana marcou o pensamento de estudiosos locais e influenciou as letras brasileiras. A relevância dessas relações culturais reflete-se ainda nas pesquisas sobre o processo de ensino e aprendizagem do italiano para brasileiros e sobre a comparação entre o italiano e o português brasileiro em diferentes níveis.

A divulgação de pesquisas do Programa e de pesquisadores da área encontra-se, principalmente, na Revista de Italianística (ISSN: 2238-8281), publicação online, open access, que utiliza o sistema OJS (Open Journal System) e está hospedada no Portal de Periódicos da Universidade de São Paulo (http://revistas.usp.br/italianistica). A revista está atualmente nos seguintes Indexadores de Base de Dados (IBDs): (1) Latindex, (2) Diadorim, (3) MLA, (4) DOAJ. Em geral, são publicados ao menos dois números por ano, sendo um dedicado aos estudos linguísticos e o outro aos literários. Os artigos são publicados em português ou italiano.

 

Para maiores informações sobre o processo seletivo, clique aqui.